UFSC » Caderno de Viagem - SINTER

Caderno de Viagem
Publicado em 03/05/2013 às 20:58

O Caderno de Viagem é um espaço aberto à comunidade da UFSC, para curtos relatos de viagens internacionais, sejam elas de estudo ou trabalho, que tenham um cunho cultural e informativo. Serão aceitos relatos informais ou crônicas, acompanhados de fotos, que possam trazer lazer, cultura ou informação aos leitores. Propostas que não excedam 4 mil caracteres (com os espaços) deverão ser enviadas a sinter@contato.ufsc.br, com as seguintes informações:

  • Nome completo
  • Curso na UFSC
  • Fase

Estudante da UFSC relata sua experiência em Córdoba (Argentina)
Publicado em 16/03/2016 às 13:43

cba

Gabriel Dauer, estudante do curso de Relações Internacionais da UFSC, decidiu criar um blog para contar sua experiência em Córdoba (Argentina). Gabriel foi selecionado para participar do programa Escala de Estudiantes de Grado da AUGM para estudar na Universidad Nacional Córdoba. Além de informações sobre a cidade, o estudante escreveu sobre a universidade e sobre o programa, explicando os procedimentos e esclarecendo possíveis dúvidas.

Para acessar o blog, clique aqui.

Participante do programa Escala Estudantil da AUGM Relata sua viagem na Argentina Por: Mateus Boaventura
Publicado em 11/02/2015 às 15:30

mateus boaventura

Um celular e boas histórias pra contar: foi disso que o estudante de Jornalismo da UFSC, Mateus Boaventura, precisou para mostrar suas viagens na Argentina. No último semestre ele participou de intercâmbio acadêmico no curso de Comunicação Social da Universidad Nacional del Nordeste, na província de Corrientes. Além das disciplinas, Mateus produziu e editou reportagens sobre a região que visitou, com imagens gravadas pelo aparelho celular. As matérias foram transmitidas no projeto de extensão “Telejornal Diário da UFSC” – TJ UFSC –, e também na página de produções internacionais de estudantes em intercâmbio “Correspondente Universitário”.

Confira as reportagens:

http://youtu.be/BWwryqTzttA

http://youtu.be/JZK7kGEKq-0

http://youtu.be/w3QdeC5TtMc

http://youtu.be/_flEZffz2Xw

http://youtu.be/FjZ52JrhuGo

http://youtu.be/XAdue1x8qOA

TJ UFSC

https://www.facebook.com/tjufsc

Correspondente Universitário

https://www.facebook.com/CorrespondenteU

fonte:UFSC

RELATO INTERCÂMBIO ESTUDANTIL EM RESISTENCIA – CHACO – ARGENTINA
Publicado em 20/11/2014 às 14:06

Foto SALTA A acadêmica do curso de Arquivologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Fernanda Frasson Martendal relata as atividades desenvolvidas, durante o intercâmbio acadêmico, realizado na Universidad Nacional del Nordeste – UNNE, em Resistencia – Chaco – Argentina, no período do segundo semestre letivo de 2013. Descreve como foi o processo seletivo, o aceite na universidade, por parte do corpo docente e discente, a adaptação na região, com o idioma e com a cultura. Enfoca os principais trabalhos e projetos levados a cabo durante o semestre, como para o Encuentro de Ciencias de la Información del Mercosur – ECIM 2013 e ao Trabalho Integrador Final da disciplina de Gerencia de Archivos, a fim de promover melhorias à gestão do Archivo de la Municipalidad de Fontana, em Fontana – Chaco – Argentina. Apresenta o cotidiano junto aos outros intercambistas com quem convivemos e as viagens realizadas, a fim de conhecer o país e inseri-nos na cultura e no povo que foi o nosso, dali a diante.

Foto CONGRESSO

Para acessar o relato completo da Aluna clique aqui

Uma redação, uma viagem ao Azerbaijão por Bruno Valim Magalhães
Publicado em 15/08/2014 às 11:58

10525768_10154352826280573_7771572545018997921_nO Ministério de Relações Exteriores e o Ministério da Juventude e do Esporte e da Juventude da República do Azerbaijão levou cerca de 90 jovens de 9 países – África do Sul, Argentina, Bélgica, Brasil, Canadá, Estônia, Hungria, México e Vietnã – para que fossem visitar o tão desconhecido Azerbaijão. O único representante de Santa Catarina é graduando do curso de Relações Internacionais e já foi estagiário da Secretaria de Relações Internacionais da UFSC (SINTER). O artigo sobre logística e segurança energética euro-asiática rendeu ao graduando Bruno Valim Magalhães uma viagem de 12 dias pela “Terra do Fogo”, como os azeris se referem à sua nação, devido aos seus abundantes recursos energéticos. Muito bem recebida por funcionários do Ministério da Juventude do país e pelo corpo diplomático azerbaijano a delegação brasileira e nosso aluno foram levados a conhecer a capital azeri Baku, uma cidade que data do Império Persa e da Rota da Seda, além de terem sidos levados em uma incursão pela história arqueológica local pela região desértica de Gobustan, pelas tradições religiosas seculares no templo zoroastro de Ateshgah e pela história política e etimológica azeri, aos pés da impressionante cadeia do Cáucaso, nas cidades de Gabala, Lahijc e na cidade palaciana de Sheky. As delegações foram laureadas por seus artigos na ADA University am Baku, onde foram premiadas pelo vice-primeiro ministro e pelos embaixadores azerbaijanos nos países de cada delegação ali representadas. Refletindo bem como o Azerbaijão vem se modernizando e se abrindo ao mundo os alunos tiveram palestras com especialistas em Cáucaso e foram levados a uma vista pela universidade, que busca sua internacionalização. Essa viagem foi, segundo os relatos, impressionante. Uma nação tão diversa da nossa, tão distante, mas muito hospitaleira. Um país que mescla de forma plenamente tolerante elementos túrquicos em sua língua e cultura; islâmicos, cristãos-russos e judaicos em sua religião; e persas e otomanos em sua arquitetura não poderia ter sido menos impressionante e atrativa a alunos que se dedicam às relações internacionais.

CORRESPONDENTE UNIVERSITÁRIO
Publicado em 06/03/2014 às 19:22

Olá, meu nome é Artur Felipe Figueira, sou estudante de jornalismo na UFSC e atualmente estudo na Université de Rennes 2, na França, através do convênio bilateral com a UFSC.
Junto com a estudante de jornalismo Renata Bassani, que também está em Rennes, produzimos o programa CORRESPONDENTE UNIVERSITÁRIO.

 A proposta é mostrar, em vídeos de até 5 minutos, o choque cultural que intercambistas enfrentam ao sair do seu país. As reportagens, produzidas em língua portuguesa, trazem os próprios estudantes como repórteres numa linguagem pessoal, jovem e dinâmica.
O projeto é recente. Nas últimas três semanas, publicamos 6 vídeos. A média de publicação é de 1 a 2 vídeos por semana, todos em qualidade FULL HD.
Até o momento, registramos 5 cidades, mostrando as características particulares de cada região de acordo com sua história, cultura, clima e as peculiaridades que encantam os visitantes de todo o mundo.
As reportagens também buscam trazer uma comparação com o Brasil, ressaltando as diferenças de cultura e infra-estrutura.
Neste vídeo de apresentação, você terá um resumo de alguns assuntos dos quais pretendemos falar:  http://www.youtube.com/watch?v=Z0yhsygl5b4

Crônica – Austrália
Publicado em 11/09/2013 às 12:55

G’DAY, MATE!

Essa vai ser a primeira frase que um australiano vai te dizer quando você chegar lá. O povo australiano, em termos de receptividade, é muito parecido conosco, sempre cheios de sorrisos e disposição para abraçar. Esse foi o primeiro passo para que eu me apaixonasse pela Austrália. Estudei um ano na Universidade de Sydney, pelo Programa Ciências sem Fronteiras (CsF). Na Universidade fui surpreendida pela organização e cuidado que o International Office da Universidade teve com os intercambistas, principalmente para nos explicar como a Universidade funciona e procurar estágio. A infraestrutura da UniSyd é espetacular, salas de aula, laboratórios, bibliotecas, lounges e museus repletos de recursos para estimular o ensino e a aprendizagem. A arquitetura do campus é uma mistura de construções antigas, como o The Quadrangle, que lembra muito Hogwarts (é, a do Harry Potter!) e construções supermodernas como a Law School. Há váriosintercambistas de outros países, então temos oportunidade de conhecer não só australianos, mas também outras nacionalidades.

A cidade de Sydney é bem movimentada, sempre tem coisas acontecendo, SEMPRE. São festivais, exposições, comemorações todo momento, basta ficar ligado nas redes sociais que já dá para saber o que acontece naquela semana. Sydney também é cheia de pontos turísticos como Opera House e a HarbourBrigde. O Darling Harbour é bem famoso, cheio de restaurantes, bares, museus e o aquário de Sydney fica lá também. Se você ainda quiser mais atrações pode pegar um ferry boat e ir para o Taronga Zoo ou até mesmo para a famosa Manly Beach ou ainda pegar um trem e seguir até Blue Mountains, cheia de lindas paisagens e ótima para fazer trilhas. Ah, e tem o Parque Olímpico, muito legal para conhecer e também cheio de atividades. Apesar de todas as coisas boas, Sydney é uma cidade cara, o Programa CsF já está preparado para as cidades de alto custo, mesmo assim é bom saber para já ir se preparado para pagar absurdo coisa que no Brasil é preço de banana, inclusive a banana. Algumas pessoas que conheci tiveram um pouco de problema com a comida local, pois é muito influenciada pela culinária asiática. Há vários restaurantes chineses, coreanos, tailandeses e indianos pela cidade e na Universidade também, a minha dica é: mantenha a cabeça aberta e experimente, eu amei a comida tailandesa e nunca tinha provado antes. Porém, nada impede que você vá ao supermercado, compre o que você goste e cozinhe, tem o lounge para os estudantes internacionais na Universidade com mesas, puffs, piano e micro-ondas. Os australianos também adoram fazer “barbecue” na praia ou em parques, esses locais são equipados com churrasqueira, já que esta atividade é uma das favoritas dos australianos juntamente com assistir rugby, raramente passa jogo de futebol na tv.

A minha paixão pela Austrália se consolidou quando entrei em contato com a fauna australiana, que é de uma diversidade incrível. Você pode ter contato desde crocodilos, tubarões, aranhas e cobras mortais até coalas, cangurus, ornitorrincos, pinguins, peixes incrivelmente coloridos e muito muito mais. Não sou especialista nessa área, mas acho que não importa de que área você é, simplesmente é muito massa viver essa experiência.A Grande Barreira de Corais é o local que deve ser visitado para quem for para Austrália, não importa a cidade do seu edital. Ela fica na costa do estado de Queensland e é de uma beleza inexplicável. É maravilhoso.